5041 - 6296 / 5093 – 3830  
atendimentomuroazul@gmail.com

Dicas e testes   >    Exercícios físicos no combate à depressão


Compulsão por carboidratos?


Você é viciado(a) em pão francês, macarrão e doces que geram um círculo vicioso no organismo? Você sabia que o segredo não é eliminar o carboidrato do cardápio, mas sim, aprender a consumi-lo de maneira correta?!

A grande quantidade de açúcar que é liberada na corrente sanguínea após a ingestão dessas comidas é rapidamente estocada pela insulina dentro das células. Quando o organismo se vê sem combustível, é enviado um sinal ao cérebro pedindo por mais açúcar. E então é importante ter cuidado: esse pode ser um gatilho para a compulsão alimentar. A longo prazo, leva-se a uma inflamação responsável por doenças como diabetes e obesidade. É imprescindível ter o controle desse processo e evitar que ele influencie sua vontade incontrolável de devorar aquele carbo que está na geladeira.

• Limite-se a três vezes por semana o consumo de carboidratos ricos em amido: Massas, pães, batatas inglesas, biscoitos e arroz branco. Comê-los com frequência contribui com os picos de açúcar no sangue. A saída é substitui-los por versões integrais ou de baixo índice glicêmico, que fazem com que a glicose seja liberada aos poucos na corrente sanguínea.

• Diminua a ingestão de alimentos cheios de açúcar a um dia do fim de semana: O açúcar causa dependência. Quanto mais você se jogar nas guloseimas, maior será sua vontade de ataca-las. Estabeleça um limite para comer doce e tenha paciência, com o tempo você verá sua compulsão diminuir.

• Adicione gorduras boas ao carboidratos: Abacate, chocolate amargo, azeite... são ótimas opções para tentar reduzir a vontade descontrolada de comer carboidratos. Por serem ricos em gorduras consideradas boas, eles fornecem energia às células sem despejar uma grande quantidade de glicose na corrente sanguínea.

Fonte: https://boaforma.abril.com.br/dieta/3-estrategias-para-acabar-com-a-compulsao-por-carboidratos/